• zuzfisiopilates

Auriculoterapia como complementar no manejo da dor

A dor é um fenômeno fisiológico do corpo e que nos acompanha muitos momentos ao longo da vida: a dor do joelho ralado, queimadura na panela, corte de papel, dor de cabeça, dor de dente, dor da batida do dedinho pé no móvel, dor de cair no chã, dores musculares após o exercício, dores pós cirurgia, dores na coluna... Apesar de ser uma experiência desagradável, a dor foi fundamental na evolução da nossa espécie!




Mas isso não significa que não podemos amenizar a sensação de dor!!! Inclusive grande parte das medicinas e abordagens terapêuticas ao longo da história se desenvolveram para diminuir o desconforto das nossas dores!


A auriculoterapia é uma ferramenta da Medicina Chinesa muito eficaz para auxiliar no controle da dor, com evidências dos seus efeitos em diversos casos, tanto aguda quanto crônica, e em diversas partes do corpo. É claro que isso vai variar em maior ou menor dose, a depender de cada caso. Mas isso é possível pois o processamento e “entendimento” da sensação de dor acontece no nosso cérebro, onde chegarão os estímulos feitos na Auriculoterapia. Esses estímulos são transmitidos pelos nervos espinais e nervos cranianos até o sistema nervoso central, e podem estimular o sistema límbico, o córtex somatossensorial (áreas referentes às partes do nosso corpo), o córtex pré-frontal (referente à tomada de decisões, atenção e planejamento), e o Sistema Nervoso Autônomo, por fim estimulando mecanismos fisiológicos de controle de dor e inflamação.




Exemplos de indicações para Auriculoterapia, direcionada para melhora das dores:

- Dores articulares: dor lombar, dor em joelhos, quadris, ombros…

- Inflamações crônicas como artrites e artroses

- Inflamações agudas ou agudizadas, como tendinites e tendinopatias, fascite plantar, entorse de tornozelo…

- Dores de cabeça e enxaqueca

- Dor de dente e na ATM por bruxismo e tensão na região

- Dor de garganta

- Dores de barriga, por indigestão ou cólicas intestinais

- Cólicas menstruais

- Após cirurgias

- Início do trabalho de parto

- Dores neuropáticas

- Dores musculares, torcicolos e contraturas

- Cólica renal

- Cuidados Paliativos para dores em estágios avançados de câncer

- Dor fantasma após amputação

- Dores no corpo por sequela de dengue, chikungunya ou zika


Algumas evidências já apontam, inclusive, que a auriculoterapia pode auxiliar na redução de medicamentos para controle de dor, a depender da evolução de cada caso e sempre em discussão com a equipe médica que acompanha o paciente. Da mesma forma, é um complemento muito útil aos recursos da fisioterapia durante a reabilitação e melhora de uma dor musculoesquelética. Um dos seus benefícios é justamente a sua segurança, por não ter contraindicações absolutas nem efeitos adversos de forma geral.


Se você convive com alguma dor, além do cuidado já tradicionalmente buscado, entre em contato para investigar se essa terapia pode complementar e contribuir para o seu caso!



Leia também!
Dor no ombro: o que é tendinite do manguito rotador?
Por que temos mais dores no frio?
Dor – defeitos da máquina ou um alerta do sistema?
Como tratar a Dor Crônica
A fisioterapia pode ajudar em quadros de cefaleia tensional?
Auriculoterapia e Hipertensão Arterial: uma alternativa ao tratamento medicamentoso
Tabagismo e Auriculoterapia



2 visualizações
Siga-nos
  • facebook-square
  • Black Instagram Icon
Endereço

Rua Tupi, 397, cj. 93 - Santa Cecília

São Paulo, SP 01233-001

zuzfisiopilates@gmail.com

Tel: (11)99793-5328

Mande um whatsapp


 

Encontre-nos