• zuzfisiopilates

Dor no ombro: o que é tendinite do manguito rotador?

Uma das lesões mais frequentes do complexo do ombro é a tendinite do manguito rotador, que é a lesão de um ou mais tendões desse grupo muscular, podendo gerar impacto na qualidade de vida devido à dor e comprometimento das atividades diárias.


Manguito rotador é o nome dado a um grupo de quatro músculos presentes no ombro, e tem papel importante na estabilidade dessa articulação. Esses músculos são o supraespinhal, infraespinhal, redondo menor e subescapular, que, juntos, envolvem o ombro em sua face anterior, posterior e superior.


A tendinopatia do manguito rotador pode acontecer em detrimento da associação de diversos fatores. Para facilitar o entendimento, são divididos em dois grupos principais: os fatores intrínsecos, e os fatores extrínsecos.


Os fatores intrínsecos são relacionados diretamente às alterações no tendão, como por exemplo a condição degenerativa relacionada ao envelhecimento, à vascularização, “alterações” na composição do tendão, e a forma como o tendão responde a cargas externas.


Os fatores extrínsecos são aqueles que não estão diretamente ligados ao tendão, mas que também afetam sua função. Entre eles está a anatomia (eminências ósseas podem gerar pinçamentos tendíneos, por exemplo), e a própria biomecânica das articulações do ombro (sim, articulações no plural – o complexo do ombro possui 5 articulações funcionando em conjunto para realizar a variedade de movimentos possíveis). Também devemos considerar a demanda imposta sobre a articulação, que vai variar de acordo com a profissão e outras atividades exercidas – geralmente, indivíduos que realizem atividades exercendo grandes cargas nos ombros, movimentos excessivos com o braço acima da cabeça (como atletas arremessadores), apresentam maior chance de desenvolver lesões do manguito.


Além disso, como na maioria das lesões, é importante ressaltar a relação da qualidade de vida de uma forma geral: sedentarismo, excesso de atividades, falta de sono e descanso, alimentação e ingestão hídrica. Todos esses aspectos estão relacionados com a capacidade do tecido se regenerar sozinho, pois interferem em fatores metabólicos e hormonais, que ajudam na regulação natural do corpo e que podem afetar, inclusive, os fatores intrínsecos anteriormente citados.


O principal sintoma da tendinite do manguito rotador é a dor, que acontece principalmente na lateral do ombro – podendo irradiar para o braço, escápula e para o pescoço – e com piora para executar a elevação do braço acima da cabeça.


O diagnóstico é feito por meio de exames de imagem e testes clínicos. Vale lembrar que nem sempre a presença de alterações nos exames de imagem são a causa da dor ou que necessariamente estarão associados à dor. A tendinite tem fases silenciosas e o diagnóstico não é um atestado de que o indivíduo terá que aprender a conviver com a dor.


O tratamento pode ser conservador, medicamentoso e cirúrgico. Quando conservador, o paciente será encaminhado para fisioterapia, onde deve ser feita uma avaliação minuciosa e individualizada para identificar os principais fatores associados e modificar os comportamentos causadores da dor de acordo com o possível. O processo de reabilitação pode incluir técnicas manuais com o objetivo de promover analgesia em quadros mais agudizados, e deve ter como base principal a inclusão de exercícios específicos de controle, estabilidade e mobilidade de ombro e tronco.


Sempre que sentir dores persistentes, procure um profissional de saúde!



Leia também:
A famosa tendinite
Instabilidade do ombro, Dor e Discinesia escapular: Mitos e verdades
Luxação de ombro
Lesão "SLAP" ou lesão do labrum: o ombro do arremessador

7 visualizações
Siga-nos
  • facebook-square
  • Black Instagram Icon
Endereço

Rua Tupi, 397, cj. 93 - Santa Cecília

São Paulo, SP 01233-001

zuzfisiopilates@gmail.com

Tel: (11)99793-5328

Mande um whatsapp


 

Encontre-nos