• zuzfisiopilates

O que calo e Fisioterapia tem a ver?

Você sabe o que é o calo?


O processo de surgimento do calo é uma resposta fisiológica de defesa e proteção da nossa pele. É uma resposta ao estresse na pele: quando há mais atrito e pressão na região, vai ocorrendo a formação do calo para reforçar a pele no local.


Quando estar atento aos calos do pé?


Muitas vezes, os calos podem surgir devido a uma distribuição de peso alterada que causam pontos de pressão, atrito e abrasão do pé no calçado! Ou seja, a depender da forma de pisada ou do tipo de calçado utilizado, pode se favorecer a formação de calos em diferentes regiões do pé e dedos dos pés. E, se essas áreas recebem atrito e pressão constantes, e estão constantemente colocando em risco a integridade da pele, esfoliar a região não será sufiente - é necessário ajustar essa distribuição de forças no pé e no calçado!



Então, o que a Fisioterapia tem a ver?


A Fisioterapia pode justamente contribuir para o treinamento da musculatura e da mobilidade do pé, e otimizar a absorção de carga e distribuição de forças no pé durante a pisada! Assim, favorecendo um melhor contato da pele do pé no calçado, com menos atrito e pressão, e reduzindo a reação protetiva da pele de gerar ou reforçar o calo.


Um Fisioterapeuta também vai poder avaliar se os calos têm mais ou menos associação com o uso de calçados inadequados, ou quais as estratégias para minimizar os efeitos que alguns tipos de calçado podem ter no pé (tanto na pele quanto na parte muscular e articular).


Além disso, para o Fisioterapeuta, ao realizar a avaliação de outras queixas musculoesqueléticas, a inspeção de eventuais calos nos pés e dedos também contribui com informações importantes e possíveis associações entre a distribuição de carga nos pés e a queixa do paciente!



Confira também:
"MEU PÉ, MEU QUERIDO PÉ" - Entendendo essa estrutura complexa
5 exercícios simples para os pés
Seu filho tem pé chato?

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo