• zuzfisiopilates

Pilates para Atletas - da reabilitação à performance

Historicamente, o Pilates foi utilizado na reabilitação de soldados de guerra. Claro que para este caso foi usado como tratamento, mas, visto que estas pessoas desenvolviam um condicionamento físico diferenciado para suportar a rotina de guerra, já influenciava a utilização do Método para pessoas com condicionamento físico mais desenvolvido. Depois disso, por muito tempo foi desenvolvido, e utilizado, no meio da dança.


Joseph Pilates praticou Boxe e Luta Greco-Romana. Essas modalidades tiveram influência na criação do seu método. A partir dos anos 80 o método passou a ser introduzido na rotina clínica, e no início dos anos 2000 é que foi propagado no meio fitness, chegando aos esportes.


O Pilates envolve respiração, concentração, controle, ritmo, equilíbrio muscular, além de integração e saúde do corpo como um todo. Os atletas, por sua vez, precisam usar sua energia no momento e intensidade corretos durante a sua atuação, buscando melhor rendimento, resultado e segurança.


Os atletas, geralmente, começam a praticar Pilates por indicação médica, porque já se lesionaram ou porque a sua flexibilidade e postura estão bem comprometidas. O interessante, é que os atletas acabam aderindo ao Pilates após essa fase de reabilitação porque, provavelmente, percebem o quanto esse método de treinamento contribuiu para melhorar aspectos como nível de dor, de força, de flexibilidade, de estabilidade, de mobilidade e a postura, além do controle mental sobre os movimentos.


No caso dos profissionais do esporte, durante a prática esportiva, os atletas executam gestos esportivos, que são realizados repetidamente, ou com forte impacto e explosão, conforme a modalidade.


Os praticantes de esportes com prancha, por exemplo, precisam de muita força e estabilidade no Core para conseguir realizar rotações em várias articulações de forma simultânea e integrada, sem que percam o equilíbrio. Os exercícios do Pilates podem ajudar a aprimorar de forma parcial e integrada esses movimentos rotacionais, além de contribuírem de forma significativa para melhorar o alinhamento postural desses atletas.


Dessa maneira, o condicionamento físico adequado, além de trazer os benefícios fisiológicos básicos, torna-se indispensável para evitar lesões, sejam elas articulares ou musculares.


Condicionamento físico não é só força, estamos falando também de flexibilidade, resistência, coordenação e propriocepção. Todos estes quesitos devem ser desenvolvidos e harmonizados, principalmente quando se trata de atletas de alta performance.


Os esportes de alto nível, na maioria das vezes, são decididos por um ponto, por uma falha ou por centésimos de diferença, exige disciplina e preparação intensa. O rendimento de cada pessoa é influenciado pelas condutas adotadas em seu treinamento e pode ser melhorado com estratégias combinadas para aumentar performance.


Fisicamente, e respeitando as particularidades de cada indivíduo e de cada esporte, o atleta precisa ter força e mobilidade. Precisa ainda treinar habilidades e gestos específicos de cada modalidade.


Independente da modalidade praticada e do nível do atleta, as aulas de Pilates são sempre prescritas de forma personalizada, respeitando os objetivos específicos de cada um. A progressão dos treinos de Pilates é feita com base no nível de dificuldade dos exercícios e na complexidade das séries, que vão exigindo cada vez mais consciência corporal, memória e resistência física.



Você que pratica esportes, seja de forma recreacional, amadora ou profissional, não precisa abrir mão da sua saúde para melhorar o seu desempenho. Podemos perceber que a alta variedade de exercícios no Pilates e para atletas é enorme e sua aplicabilidade irá variar de acordo com as particularidades de cada um e de cada modalidade.


Independente do esporte o benefício está testado e aprovado.

Através do Método os atletas terão condições de integrar os movimentos corporais, alinhar a postura e favorecer a organização corporal, potencializando o seu desempenho e prevenindo lesões.



Leia também!
Pilates e o medo de voltar ao esporte
Lesões musculares no esporte
Esporte na infância

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo