• zuzfisiopilates

Pilates trata ou previne incontinência urinária?

Ao praticar pilates, é comum ouvir comandos como ‘encolhe o umbigo, segura o xixi.’, se referindo a contração da musculatura profunda do transverso do abdômen e períneo, com o objetivo de ‘fortalecer’ a musculatura. É verdade também que as duas musculaturas estão correlacionadas: ao realizar a contração do transverso do abdômen com as costelas fechadas e realizando a respiração diafragmática ativamos o períneo por tabela. Porém, o tratamento para incontinência urinaria envolve vários outros fatores, e por isso exige uma avaliação específica do períneo.



Antes de tudo, nem sempre a incontinência urinária envolve fraqueza da musculatura! As incontinências podem ser: incontinência urinária de esforço, por atividade aumentada da musculatura da bexiga, de urgência, por causas neurológicas e até mesmo incontinência urinária mista. Muitas vezes, mesmo nas incontinências de esforço, há uma incoordenação na ativação da musculatura responsável pela continência de forma eficiente, o que só é percebido em avaliação especifica.


Além disso, para todo treino de força é necessário saber a dose exata de repetições e séries para cada pessoa; de nada adianta contrair períneo se eu não sei meu número de repetições máximas antes de fadigar a musculatura ou ainda o tempo que consigo efetivamente manter essa contração.


Também existe a possibilidade de junto a perda urinária termos sintomas de dor pélvica ou fluxo urinário cortado ou diminuído durante a fase de saída da urina, indicando possivelmente pontos de tensão, que podem ser agravados com o fato da contração continua de períneo sem critérios e por ultimo temos o fato de que para ativar adequadamente o períneo, não devemos ativar musculatura acessória, como musculatura superficial de abdômen, adutores da coxa ou glúteo.


Logo, a resposta para a pergunta do titulo é NÃO! Pilates é uma técnica maravilhosa para uma série de coisas, mas para tratamento de fase inicial de incontinência urinária não é adequado e muito menos efetivo. Incontinência urinária se trata com fisioterapia ou outros recursos médicos, mas pilates não é um deles.



Leia também!
5 exercícios para incontinência urinária
Benefícios do Pilates para Gestantes
Pilates para gestantes: quais os cuidados e benefícios?
Saiba mais sobre Fisioterapia Pélvica 

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Siga-nos
  • facebook-square
  • Black Instagram Icon
Endereço

Rua Tupi, 397, cj. 93 - Santa Cecília

São Paulo, SP 01233-001

zuzfisiopilates@gmail.com

Tel: (11)99793-5328

Mande um whatsapp


 

Encontre-nos