• zuzfisiopilates

5 exercícios simples para os pés

Já falamos bastante por aqui sobre a importância de andar descalço para estimular os nossos pés.



Diferente do que muitos pensam, o pé não é um estrutura rígida e imutável; pelo contrário: a quantidade de músculos e articulações que nosso pé possui fazem com que ele seja uma região treinável, o que significa que podemos tratar e prevenir alterações e dores nos pés com exercícios.


Então esqueça aquela história de “tenho pé chato porque toda minha família tem” ou “fascite plantar não tem cura”!


Preparei uma sequência de exercícios simples, que você pode fazer em casa, que trabalham a mobilidade do pé e força do arco plantar. Esse treino ajudará o seu pé a funcionar como um dissipador de energia, melhorando o amortecimento natural que seu pé pode realizar, diminuindo o impacto em todas as suas articulações e assim prevenindo ou atenuando as dores!


1. Use uma bolinha para massagear a sola dos pés. Pode ser bolinha de tênis, bolinha de meia, bolinha do cachorro...o importante é lembrar de passar por todas as regiões do pé (não esqueça dedos, calcanhar, arco interno, borda externa..).



Coloque o seu peso sobre a bola mesmo! Se sentir um leve incômodo, persista! Este exercício ajuda a combater o efeito de rigidez dos pés causado pelo excesso do uso de sapatos. Trabalha a mobilidade entre todas as articulações dos pés, essencial para a função de amortecedor que nosso pé deve ter.


A próxima sequência de exercícios fortalece os músculos intrínsecos dos pés, melhorando a força de sustentação do arco plantar, portanto ajuda a prevenir ou tratar o pé plano (popularmente conhecido como “pé chato”):


2. Tente pegar objetos de diferentes pesos e formatos com os pés. Nesse exemplo, usamos bolinha, toalha de rosto e caneta.




3. Posicione os pés sobre uma toalha ou pano e tente puxá-la na sua direção com os dedos. Não vale levantar o pé do chão! Deixe-o apoiado.




A próxima sequência, além de trabalhar os músculos dos pés, trabalha também a estabilidade e força das articulações adjacentes (tornozelo e joelho), ajudando no equilíbrio.


4. Fique num pé só. Lembre-se de não deixar o joelho de base hiperestendido (flexione-o bem de leve). Sem mover seu tronco, movimente a outra perna em todas as direções: para frente, para o lado, para trás.



5. Suba e desça nas pontas dos pés. Não faça a descida brusca, como se estivesse freando o movimento.



Durante a execução, não deixe o peso todo no dedinho dos pés. Distribua o peso também na região do dedão.


Lembre-se também das dicas que dei no texto anterior: tente andar descalço o máximo que puder e expor seus pés a diferentes terrenos e texturas: chão liso, terra, grama, areia etc...e faça também com as crianças! Ajuda no desenvolvimento do arco dos pés e também no desenvolvimento motor da criança.



Leia também: Qual seu tipo de pé?


22 visualizações
Siga-nos
  • facebook-square
  • Black Instagram Icon
Endereço

Rua Tupi, 397, cj. 93 - Santa Cecília

São Paulo, SP 01233-001

zuzfisiopilates@gmail.com

Tel: (11)99793-5328

Mande um whatsapp


 

Encontre-nos